Roteiro 3 dias em Veneza

Capital da região de Vêneto, a cidade de Veneza é um labirinto de pequenos e grandes canais, que lhe dão diferentes faces de um mesmo lugar, misturando romance e um certo ar sombrio.

A primeira coisa que precisa ser dita, antes de tudo, é que se você simplesmente quiser sair caminhando a esmo pela cidade, sem roteiro, sem mapa, já está valendo, pois a cidade em si já é o passeio. Andar pela cidade é se apaixonar e se encantar independentemente da idade.

Praça de São Marcos - Basilica e Campanario
Praça de São Marcos

Aqui você irá encontrar onde fomos, onde comemos e onde ficamos de uma forma mais resumida. Para saber mais detalhes de cada lugar, basta clicar nas palavras em azul, que são os nossos posts mais completos, para ter assim maiores informações.

Uma dica importante: prove os sorvetes. Todos os dias escolhíamos uma sorveteria a esmo e nos deliciávamos com diferentes sabores.

Onde ficar?

Em 2012 eu e o Marco passamos algumas horas em Veneza e ficamos hospedados em Veneza Mestre. Por este motivo, mesmo sabendo que pagaríamos mais pela hospedagem, ficar em Veneza, próximo aos pontos turísticos, era uma premissa inegociável. E digo que vale muito a pena, poder ver a cidade também à noite compensa o valor a mais.

Como pré-requisito, queríamos um hotel próximo à Estação Santa Lucia, para facilitar a saída e chegada com as malas, já que viemos de Roma e o nosso próximo destino era Florença.

O hotel que atendeu o nosso critério foi o Hotel Antiche Figure, que além de ser próximo à estação, restaurantes e pontos turísticos tem um atendimento muito simpático e atencioso.

Hospedagem - Quarto
Nosso quarto em Veneza

Um pouco de história

Veneza e as outras ilhas que ficam localizadas no nordeste da Itália começaram a ser ocupadas no século V, como forma de se esconder dos bárbaros que invadiam a Europa.

No início do século IX Veneza se tornou independente, e aproveitando de sua localização privilegiada se tornou um próspero centro comercial e naval no século XI.

Com as descobertas portuguesas em novas rotas, a cidade ficou abalada, sendo conquistada em 1797 por Napoleão. Sua integração ao território italiano só ocorreu em 1866.

Campanario São Marcos - Vista Santa Maria
Veneza é cidade cheia de história

Nos dias de hoje a sua população vem reduzindo, devido principalmente a três fatores: o custo de moradia, o envelhecimento da população e a acqua alta, como a que ocorreu em janeiro de 2020.

Agora que você sabe um pouco mais, vem ver os locais que percorremos pela cidade. E aqui vai a primeira dica: Veneza não é bate-volta, ela precisa de mais dias para ser desvendada.

Dia 1

Chegamos no início da tarde em Veneza, após o check-in nossa primeira parada foi para almoçar.

1) Almoço

Optamos pelo Ristorante Pizzeria Mira Bar que era bem próximo ao hotel, com mesas na área externa o local torna a refeição, cuja comida é boa, bastante agradável, apenas o preço achamos um tanto salgado, mas isso virou rotina no restante da viagem.

Gastronomia - Ristorante Pizzeria Mira Bar
Nosso primeiro almoço em Veneza

2) Caminhando por Veneza

Começamos caminhando a esmo, seguindo os seus corredores, subindo e descendo suas pontes. Nas vitrines sapatos diferentes e máscaras de todos os tipos.

Caminhando por veneza
A cidade por si já vale a estadia

Passamos no caminho sem entrar pela Universita Ca Foscali, Galleria dell’Accademia, pela linda porta de acesso da Peggy Guggenheim Collection e claro, tomamos sorvete.

3) Basílica de Santa Maria della Salute

Primeiro lugar que entramos, a Basílica de Santa Maria della Salute tem uma grande cúpula que pode ser vista de diferentes pontos da cidade de Veneza.

A basílica construída para cumprir a promessa do patriarca da cidade Giovanni Tiepolo e celebrar o fim da peste é um dos pontos mais conhecidos de Veneza, mas curiosamente ela é super tranquila de se visitar. Bastante simples por dentro, ela chama a atenção pelo seu formato.

Basílica de Santa Maria della Salute - Fachada
Basílica de Santa Maria della Salute

A visita a basílica é gratuita, apenas a sua sacristia possui um valor de ingresso a parte. Nós optamos apenas pela parte gratuita.

Maiores Informações:
Endereço: Dorsoduro, 1 – Campo della Salute

Horário:
Todos os dias, das 9:30 às 12:00 e das 15:00 às 17:30 horas.

Valores:
Entrada gratuita.
Entrada à sacristia: 4€ (estudantes 2€).

Site: Basílica de Santa Maria della Salute

Transporte:
Vaporetto: Salute, linha 1.

3) Palazzo Franchetti

No local onde funciona o Istituto Veneto di Scienze,Lettere Ed Arti entramos apenas em seu pátio bonito, onde observamos alguns bonitos detalhes do prédio e seguimos pelo caminho verde que direciona a saída.

Palazzo Franchetti

O Palácio Cavalli-Franchetti foi construído em 1565, e nos dias atuais, além de ser sede do Instituto, é local frequente de eventos culturais.

Maiores Informações:
Endereço: S. Marco, 2847

4) Campo Santo Stefano

Aqui está a estátua em mármore de Niccolò Tommaseo (1802-1874), um linguista, jornalista e ensaísta italiano, cujas poesias destacam-se na literatura italiana.

Campo Santo Stefano

5) Praça de São Marcos

A Praça de São Marcos é a única praça de Veneza, possui 180 metros de comprimento por 70 metros de largura, em sua volta estão cafés, lojas, o campanário, a torre do relógio, a bela Basílica de São Marcos, o Museu Correr e o Palácio Ducal. Circulando por ela muitos turistas, fotógrafos, noivos fazendo ensaios e pombos.

Campanario de São Marcos - Vista Praça de São Marcos
Praça de São Marcos vista do alto

É o lugar obrigatório para se ir todas as vezes que se coloca os pés em Veneza, pois ela é simplesmente o coração da cidade.

Neste dia apenas admiramos os prédios, antes de seguir em frente.

6) Livraria Acqua Alta

A Libreria Acqua Alta foi idealizada por Luigi Frizzo, que é o proprietário do estabelecimento e o abriu em 2004. Na decoração os livros são o grande destaque, distribuídos em gôndolas, canoas, barcos e banheiras, além das tradicionais prateleiras.

O uso destes lugares incomuns tem um objetivo simples: tentar salvar os livros quando Veneza é tomada pela água. Mas dependendo da quantidade elas invadem até mesmo canoas e gôndolas, e assim surgiu a escada de livros para o terraço em frente ao canal.

Livraria Acqua Alta - Frente

São vendidos tantos livros novos quando usados, havendo algumas promoções. Além deles, há vinis, cartões, calendários e outros itens que podem atrair os não leitores que não resistem a uma comprinha.

Maiores Informações:
Endereço: Calle Longa Santa Formosa 5176 B
Horário: 09h às 20h
Entrada Gratuita

7) Jantar

Fechamos o dia no Ristorante Pizzeria Roma com pizza e risoto. Gostamos bastante, mas gastronomia em Veneza é realmente salgadinha.

Gastronomia - Ristorante Pizzeria Roma
O risoto estava uma delícia

Informações adicionais:
Ficou com dúvidas sobre como se locomover de trem pela Itália? Leia o nosso post Deslocamento de Trem pela Itália, onde relatamos as estações por quais passamos.

Ficou curioso sobre onde nos hospedamos? Leia o nosso post Hospedagem em Veneza: Hotel Antiche Figure.

Quer saber mais detalhes da nossa experiência gastronômica? Contamos tudo no post Gastronomia: Restaurantes em Veneza.

Quer conhecer mais cidades na Itália? Em breve iremos disponibilizar o nosso roteiro completo.

Não sabe se já sai com chip ou compra no local? Nós vivemos as duas experiências e contamos sobre ela no post Conectividade – Levar ou comprar o chip no local?.

Dia 2

Após um delicioso café, hora de mais caminhada em um lindo dia de sol.

1) Ponte di Rialto e o Grande Canal

Construída pelo arquiteto Antonio da Ponte entre os anos de 1588 e 1591, a Ponte de Rialto é a mais antiga e famosa ponte de Veneza.

Já foi a única ponte que ligava o bairro de San Marco aos de San Paolo e Santa Croce, hoje ela tem a ponte da Accademia para compartilhar a missão, mas nem por isso deixou de ser um dos pontos mais procurados da cidade.

Em formato de arco, é disputada pelos turistas que buscam o melhor angulo junto ao Grande Canal. Além disso há diversas lojas e barracas, lembrando um pequeno centro de compras.

Ponte de Rialto
A Ponte Rialto tem uma bela e disputada vista do Grande Canal

Quem a atravessa no turno da manhã, pode chegar ao Mercado Rialto, que vende frutas, legumes, queijos e peixes.

A Ponte Rialto é uma das quatro pontes – as outras já são a Ponte da Academia, Ponte dos Descansos e Ponte da Constituição – que permite atravessar o Gran Canal, que com os seus 4 Km de comprimento divide a cidade de Veneza em duas partes, sendo o maior e mais importante entre todos os canais.

Maiores Informações:
Endereço: Sestiere San Polo
Horário: 24 horas
Valor: Gratuito
Transporte: Vaporetto Rialto, linhas 1, 2 e N.

2) Basílica de São Marcos

Localizada na área central de Veneza, junto à praça de mesmo nome, a Basílica de São Marcos atraí turistas de todo mundo e é visita obrigatória para quem vai a cidade pela primeira vez.

O primeiro prédio surgiu em 828, quando os venezianos teriam adquirido em Alexandria as relíquias de São Marcos Evangelista, incluindo o seu corpo, com o tempo houve mais duas construções – uma sendo destruída por um incêndio-, mas o definitivo só começou a surgir em 1063.

basilica de São Marcos - Entardecer

Para entrar na Basílica é gratuito, mas internamente há algumas áreas pagas. Para quem é econômico, vale a pena aproveitar o turno com menor número de pessoas e dar uma volta rápida pelo local.

Maiores informações:
Localização: Piazza San Marco

Horário:
Todos os dias, das 9:30 às 17:00 horas.
Domingos, das 14:00 às 16:00 horas (até as 17:00 horas de 16 de abril a 28 de outubro).

Valores:
Entrada à Basílica: gratuita.
Museu de São Marcos: 5€
Tesouro: 3€
Pá de Ouro: 2€

Transporte:
Vaporetto: San Zaccaria ou San Marco, linhas 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN.

3) Almoço no Ai Do Dai

Próximo à Praça de São Marcos, restaurante mais ou menos, não era ruim, mas também não foi inesquecível.

4) Palazzo Ducale

O Palazzo Ducale, também conhecido como Palácio do Doge, é um dos edifícios mais importantes de Veneza. Sua arquitetura mistura influências bizantinas, góticas e renascentistas, além de armaduras, quadros, relógios e a famosa Ponte dos Suspiros.

Um lugar que encanta grandes e pequenos pelas salas enormes, pela música que você pode encontrar tocando em um dos ambientes, pelos livros antigos, pelos diferentes tetos ou paredes que são verdadeiras obras de arte.

Palacio Ducal - Externo

Após comprar os ingressos e passar pela revista, entramos em um pátio onde se observa as sacadas do palácio, um grande relógio e as cúpulas da Basílica de São Marcos. Nos corredores objetos curiosos, como uma antiga gondola.

Já existe um caminho delimitado por cordas, tornando o passeio muito fácil, pois ele não limita, mas ajuda o visitante a passar por todas as salas, eliminando a necessidade de precisar de um mapa do local.

Palacio Ducal - Relógios

A beleza está dentro e fora do palácio, se internamente temos detalhes do piso ao teto, das janelas temos uma linda vista para o grande canal de Veneza.

Maiores Informações:
Endereço: Piazza San Marcos

Horário:
Todos os dias das 8:30 às 17:30 horas (até as 19:00 horas de abril a outubro).

Valores:
Adultos: 25€.
Estudantes de 6 a 14 anos e maiores de 65 anos: 13€.
Menores de 5 anos: entrada gratuita.

Transporte:
Vaporetto: San Zaccaria ou San Marco, linhas 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN.

5) Campanário

O Campanile de San Marco, também conhecido como Torre Veneziana, possui cerca de 99 metros de altura, sendo uma coluna de tijolos, tendo no topo após a área do mirante um cubo com as figuras dos leões – representado São Marcos – e a figura feminina da Justiça, sendo finalizado com uma agulha piramidal ao final, nela se encontra um cata-vento dourado com a figura do Arcanjo Gabriel.

Campanario de São Marcos

Para quem sobe a Torre, o presente é uma visão de 360º graus da cidade de Veneza, onde é possível observar as ilhas mais próximas, os canais e os pontos turísticos da cidade.

Maiores Informações:
Endereço: Piazza San Marco.

Horários:
De abril a outubro: todos os dias, das 8:30 às 21:00 horas.
De novembro a março: todos os dias, das 9:30 às 17:30 horas.
De 1º a 15 de abril: todos os dias, das 9:00 às 17:00 horas.

Valores:
Ingresso: 8€

Transporte:
Vaporetto: San Zaccaria ou San Marco, linhas 1, 2, 41, 42, 51, 52, N e LN.

6) Jantar no Restaurante Pedrochi

Com mesas na rua, boa comida e atendimento simpático, o Restaurante Pedrochi é uma boa pedida. Recomendamos.

Gastronomia - Ristorante Pedrocchi

Dia 3

Quando chegamos, o pessoal do hotel nos recomendou a visitar 4 ilhas: Murano, Burano, Torcello e Punta Sabbioni. Conseguirmos ver três, e o dia valeu muito a pena.

Optamos pelo passe de 24 horas do Vaporetto para percorrer as ilhas.

Murano

A pequena ilha de Murano é mundialmente conhecida pela fabricação de vidros, ficando a mais ou menos 1 km de Veneza.

Murano - Vista Canal

Foi no século XIV que a ilha ganhou fama graças às exportações de seus produtos em vidro, indústria que permanece importante até os dias de hoje, atraindo turistas até o local que possui uma população aproximada de 5 mil habitantes.

A ilha é muito bonitinha, e em dias quentes a grande pedida é caminhar por suas ruazinhas.

Burano

Conhecida pelas casas coloridas e pela produção de renda, esta pequena ilha com cerca de 4 mil habitantes é simplesmente linda.

Burano - Casas Coloridas

Seu encanto está nas casas coloridas, nos quais os turistas fazem a festa na hora das fotos. Conforme a lenda, quem iniciou este costume foram os marinheiros, que pintavam assim para poder chegar até elas quando havia neblina.

Almoço Ristorante Riva Rosa

O Ristorante Riva Rosa oferece boa gastronomia, atendimento ok, como o local é mais diferenciado tivemos uma atualização de conta salgada na região.

Gastronomia - Ristorante Riva Rosa II

Torcello

Chegamos à ilha de Torcello no final do dia, o que tornou a visita muito rápida, pois estava tudo fechado ou em processo de encerramento.

Ao descer do vaporetto estávamos ao lado do canal que leva até a catedral da ilha, em um cenário bucólico, nos deparamos com a Ponte del Diavolo, muito antiga ela não possui parapeito ou proteção.

Torcello - Ponte

Quando montei o nosso roteiro, Torcello era a primeira ilha a ser visitada, mas devido à oferta para conhecer a fábrica, acabamos invertendo, e com isso fizemos apenas uma rápida caminhada pela ilha.

Por isso acredito que valha a pena inverter a ordem para entrar na igreja e conhecer um pouco mais desta ilha pequena, calma e cheia de lendas antes de seguir para as outras duas, cujos horários são um pouco mais estendidos. Ou separar mais dias para percorrer as ilhas e incluir outras no roteiro.

Jantar

Não conseguimos fechar com chave de ouro, o local foi o Trattoria Bella Venezia, onde a pizza não era ruim, mas também não era boa o suficiente para guardar na memória.

Com isso retornamos o hotel, fechamos as malas e tivemos uma boa noite de sono. No outro dia era hora de ir para Padova e Florença.

Faltou conhecer

O campanário da Igreja San Giorgio Maggiore, onde é possível avistar a Praça de São Marcos e o Jardim-Labirinto de Borges, que é uma homenagem ao escritor argentino Jorge Luis Borges.

Veneza com Criança

De todas as cidades que percorremos em território italiano, Veneza foi quem conquistou o coração da Alice, a ponto de ela já pedir para retornar. Não é difícil explicar este encanto, já que a cidade sem carros, com suas ruas estreitas e inúmeras pontes torna qualquer passeio uma verdadeira aventura.

Palacio Ducal - Ponte dos Suspiros Externo

Para quem vai com carrinho de bebê, as caminhadas por Veneza vão ter uma pegada de academia, pois o sobe de desce de degraus e as ruas mais estreitas tornam o deslocamento não tão fácil. Nas áreas planas já é mais fácil, principalmente por não haver carros, mas não recomendo ir no inverno, quando a água sobe e fica difícil de circular em diversas áreas.

E você, já foi a Veneza? Quais lugares você indica? Deixe nos comentários para trocarmos referências.

* Viagem realizada em Setembro/2019
* Alice estava com 6 anos e 4 meses
* Todas as despesas foram pagas por nós

Planeje sua viagem em parceria com o blog clicando nos links em azul, você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a melhorá-lo cada vez mais:

  • Reserve seu hotel através da Booking.com, são milhares de opções no mundo todo com garantia dos melhores preços. Cancelamento gratuito, pagamento antecipado e confiança de uma empresa com mais de 20 anos atuando com reservas de hotéis.
  • Seguro Viagem com a Seguros Promo. As melhores empresas do mercado, cobertura em todos os continentes, para todas as idades e com os melhores preços. Digite o cupom 3GERACOESE1MALA5 ao realizar sua compra através dos links aqui do blog e ganhe 5% de desconto.
  • Alugue o seu carro com a Rentcars e parcele em reais sem pagar IOF.
  • Problemas com o seu voo ou bagagens? Entre em contato com o pessoal da Resolvvi e veja se pode ser indenizado.
  • Não quer ficar desconectado? Conheça o chip da Viaje Conectado e já inicie o seu roteiro com ele.

7 comentários em “Roteiro 3 dias em Veneza

  1. Amei todo o seu roteiro por Veneza com criança, especialmente Basílica de Santa Maria della Salute, Ponte di Rialto e o Grande Canal, Basílica de São Marcos, Palazzo Ducale, Murano, Burano eTorcello. Quero muito desfrutar de todos essez atrativos. Parabéns pelo post.

    Curtir

  2. Amei todo o seu roteiro por Veneza com criança, especialmente Basílica de Santa Maria della Salute, Ponte di Rialto e o Grande Canal, Basílica de São Marcos, Palazzo Ducale, Murano, Burano e Torcello. Quero muito desfrutar de todos essez atrativos. Parabéns pelo post.

    Curtir

  3. Já estive em Veneza 2 vezes mas na segunda fiquei hospedada em Treviso pois o preço da hospedagem estava muito caro em Veneza. A cidade é fantástica e da próxima vez quero ir a Torcello.também. Boas dicas de onde comer.

    Curtir

  4. Veneza é uma cidade diferenciada, seus canais são inspiradores!! As demais ilhas também merecem a visita!! Realmente vale a pena se perder na cidade!!

    Curtir

  5. Maravilhoso seu roteiro por Veneza, que saudades dessa cidade linda que me encantou demais. Visitamos Murano, Burano e Torcello também, adoramos.
    Os pratos pareciam deliciosos e bem italianos, deu água na boca, rsrs. Beijos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s