Gastronomia: Onde comer em Florença

Ficamos quatro noites em Florença e com isso tivemos a oportunidade de experimentar alguns restaurantes da cidade, incluindo a típica bisteca fiorentina. Neste post fizemos uma relação dos locais visitados e qual foi a nossa opinião sobre eles.

Embora você irá perceber quando chegar lá, não custa lembrar que na Itália não existe o pecado da gula, são tantas escadas para subir que calorias se tornam um detalhe. Cada região tem o seu prato típico, isto é, aqueles cozinhados com ingredientes locais. Florença tem isso, e tem mais um diferencial para os carnívoros, é um dos melhores lugares para comer carne estando em solo italiano.

Alguns dos pratos típicos da região são:

Panzanella: salada de pão amanhecido, com água, vinagre, tomate, pepino, cebola, manjericão, azeite, sal e pimenta. Estação de referência: verão.

Papa al pomodoro: sopa de pão, tomate, cebola, manjericão, azeite, sal e pimenta. Estação de referência: inverno.

Ribollita: sopa de pão amanhecido, cavolo nero e feijão. Estação de referência: inverno.

Pappardelle al Cinghiale: massa com carne de javali. Estação de referência: inverno.

Funghi porcini: massa pappardelle com o cogumelo que cresce em zonas de floresta. Estação de referência: outono e inverno.

Bistecca alla Fiorentina: é um grande pedaço de carne bovina, que pode variar de 800g pra cima, com osso, da raça Chianina. Indicado em qualquer estação do ano.

Peposo: não é o ursinho dos anos 80, mas um músculo fervido com tomate, cebola e pimenta. Estação de referência: inverno.

Mas antes de tudo uma pequena explicação. Em uma refeição típica italiana o almoço/jantar pode seguir a seguinte sequência:

Antipasti: pode ser pão, presunto, queijo, entre outros.
Primi: as opções são pratos com massas, risoto ou sopa.
Secondi: a base do secundo prato é proteína, sendo algum tipo de carne ou ovos acompanhados com verduras e/ou legumes.
Insalatone: é a salada, eles costumam comer no final e não no início da refeição
Dessert: a sobremesa para adoçar a vida

E sempre vem um pão acompanhando a comida.

Mas você não é obrigado a solicitar todos os pratos, os garçons já estão acostumados com os turistas, então você pode optar pela quantidade que a sua fome pedir.

Aprovamos e recomendamos

Mercado Central de Florença

Gostamos tanto que fomos mais de uma vez. São vários restaurantes com opções de pratos, lanches, doces e bebidas por preços muito bons e de sabor maravilhoso.

A praça de alimentação possui cerca de quinhentos lugares e cerca de doze lojas que passaram por um concurso para abrirem no mercado, nós encontramos comida típica italiana, e naturalmente Fiorentina, que nos deu energia para seguir o dia ou dormir bem feliz.

O que encontramos lá: massas, pizza, brusquetas, queijos, sorvetes, sanduiches, frutos do mar, doces, drinks, vinhos, além de uma escola de culinária.

Nossas escolhas:

Em nosso primeiro almoço no mercado o Marco e a Alice foram de massa (média de dez euros cada prato) e eu e a mãe pegamos fatias de pão com diferentes coberturas, não eram brusquetas, mas eu não lembro o nome. Depois teve sorvete e um doce típico bem gostoso.

No Mercado Central a opções para todos os gostos

Na janta fizemos um mix, Alice foi de massa novamente, eu e a mãe pegamos um prato que era um mix com saladas e alguns pães com diferentes recheios (matei o meu desejo de provar caviar), e o Marco foi de hambúrguer. Tudo muito bom e com ótimos preços. Para acompanhar, taças de vinho.

É um lugar em que gastamos em média 10/15 euros por prato, a taça de vinho e os drinks também não eram caros. Os preços estão em placas ou ao lado dos produtos nas vitrines, então não há risco de surpresa. É o lugar que você prova muitas das coisas que aparecem em programas tipo Mastechef, sem que você tenha que vender um rim.

Vinho branco gelado para combinar com os petiscos

Informações:

Mercato Centrale di Firenze, primeiro andar:
Entradas pelas ruas:
– Via dell’Ariento
– Via Sant’Antonio
– Via Panicale
– Piazza del Mercato Centrale

Mercato Centrale di Firenze, segundo andar:
Entradas pelas ruas:
– Via dell’Ariento
– Piazza del Mercato Centrale

Site: Mercado Centrale

Horário de funcionamento:
Primeiro andar: de segunda a sexta de 7h às 14h; aos sábados das 7h às 17h, fechado aos domingos e feriados.
Segundo andar: todos os dias das 10 às 00:00

Ristorante la Grotta Guelfa

Chegamos no lugar e ele estava cheio e haviam pessoas esperando, logo um garçom viu a Alice e nos perguntou quantos lugares e falamos que eram 4 pessoas. Já estava conversando com o pessoal que talvez tivesse que procurar outro lugar quando nos chamaram e nos encaminharam para uma mesa na rua, próximo ao umidificador.

Quando encontramos uma marca da nossa terra em um restaurante que adoramos

O atendimento foi super rápido, e a comida muito boa, tornando o almoço muito bom.

O que pedimos:
A mãe foi de bacalhau e a Alice de espaguete ao pomodoro. Eu e o Marco escolhemos menus do dia, o meu consistia de salada e bisteca fiorentina e a do Marco era uma brusquetta e bisteca fiorentina com batata, ambos com direito a um cálice de vinho.

Menu do dia com uma bisteca que não era gigante, mas muito saborosa

Somando os pratos, mais água e um cálice de vinho para a mãe a conta fechou 78,50, sendo a melhor bisteca que provamos em toda a viagem pela Toscana.

Endereço: Via Pellicceria, 5r
Site: Grotta Guelfa

Trattoria San Lorenzo

A caminho do hotel, achamos o restaurante bonitinho e resolvemos entrar. Ficamos no segundo andar em um cantinho tranquilo, o ambiente com quadros e bem próximos a uma janela.

O que pedimos:
Começamos com uma entrada de melão com presunto parma, como prato principal, eu e a mãe fomos de ravióli e o Marco e a Alice dividiram uma lasanha bem servida. Além dos pães que sempre aparecem. Tudo bem gostoso e com um atendimento simpático.

Ambiente legal com comida boa = ótima dupla

De bebida vinho da casa, que são sempre em conta, além de água e refrigerante para o Marco.

Total da conta: 73,00 com coperto de 2,50 por pessoa (incluindo a Alice).

Endereço: Via Borgo San Lorenzo 53r,
Site: San Lorenzo Trattoria

Bar Ristorante Pizzeria “Ginori”

Nosso jantar de despedida foi em um ambiente rústico, que tinha todo o tipo de opção no menu. Com um valor médio de 10 euros por prato, a comida era boa e o atendimento objetivo. O detalhe estava no sousplat de papel: um mapa dos vinhos na Itália. Não preciso dizer que adorei.

O que pedimos:
A mãe foi de Risoto Funghi e eu de Penne Salmone, já o Marco pediu um calzone clássico, com molho de tomate, queijo e mais alguma coisa que eu não lembro – sim, eu concordo, com a idade é necessário começar a anotar os detalhes. O fato é que ele era maior do que o prato, imenso, o que atendeu também a Alice, que já estava comendo a minha massa.

Mapa do vinho e calzone gigante

De bebidas, seguimos o trio básico: água, 1/2 de vinho branco da casa e uma coca. Total da conta com coperto cobrado dos quatro: 51,50.

Endereço: Via De Ginori 11 rosso
Site: Ristorante Ginori

Poderia ser melhor

Ristorante Il Cantastorie

Foi a nossa primeira refeição em Florença. Ficava próximo ao hotel e ao Mercado de Firenze. Possui uma área externa envidraçada, que estava aparentemente cheia quando chegamos e ficamos na área interna, que era bastante tranquila.

O que pedimos:
Raviole tartufo: essa história de assistir programa de culinária me deixou curiosa para experimentar alguns ingredientes que no Brasil saem muito caro. O prato é delicioso, a minha queixa aqui é pela quantidade ser muito pouca.

Spaguete Pomodoro: um prato sem erro, boa massa e molho em uma quantidade média.

Bisteka Fiorentina: um quilo de carne macia e ao ponto. A queixa do Marco aqui foi a falta de tempero, para ele faltou algo a mais no sabor. Eu experimente e concordei com ele.

De bebidas teve água, refri e eu e a mãe dividimos um Vernaccia para acompanhar as massas. Gasto total para quatro pessoas, incluindo o coperto: 87,80 euros.

O atendimento é padrão, nem muita simpatia e também não houve grosseria. Foi uma boa refeição, mas não algo inesquecível.

Sorvetes e Chocolate

Provamos em diferentes lugares, mas quem ganhou o meu coração foi a Venchi, são vários os sabores e durante a nossa viagem foi o que mais repetimos, o favorito da Alice era um de creme com pedaços de chocolate, e o meu de gorgonzola com figo – simplesmente divino – a mãe e o Marco variaram mais os sabores, e todos muito bons. Também vale a pena experimentar os chocolates, que são muito bons, em comparação com a Lindt são mais caros, mas valem o preço.

  • Viagem realizada em setembro/2019
  • Alice estava com 6 anos e 4 meses
  • Todas as refeições citadas foram pagas por nós

Seu apetite não foi saciado? Está buscando mais dicas gastronômicas? Listo abaixo alguns blogs amigos que também gostam de falar sobre boa comida.

Expedições em Família – Comida di Buteco de Belo Horizonte – Gastronomia Raiz e Criativa
Vamos viajar pra onde agora – Curiosidades da culinária italiana
6 viajantes – Provando as comidas típicas do Uruguay
Entre Mochilas e Malinhas – 5 Deliciosos Restaurantes na Serra 
Disney e Outros Lugares Incríveis – Receitas Deliciosas que vão recriar a magia Disney na sua casa – Pratos Doces

Planeje sua viagem em parceria com o blog clicando nos links em azul, você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a melhorá-lo cada vez mais:

  • Seguro Viagem com a Seguros Promo. As melhores empresas do mercado, cobertura em todos os continentes, para todas as idades e com os melhores preços. Digite o cupom 3GERACOESE1MALA5 ao realizar sua compra através dos links aqui do blog e ganhe 5% de desconto.
  • Alugue o seu carro com a Rentcars e parcele em reais sem pagar IOF.
  • Problemas com o seu voo ou bagagens? Entre em contato com o pessoal da Resolvvi e veja se pode ser indenizado.
  • Não quer ficar desconectado? Conheça o chip da Viaje Conectado e já inicie o seu roteiro com ele.

11 comentários em “Gastronomia: Onde comer em Florença

  1. Adorei as indicações dos restaurantes com boa comida em Florença! Me impressiona como é farta a refeição típica italiana, né?! Fiquei impressionada com o tamanho do calzone, praticamente maior que o prato rsrsr. Gostei demais da indicação do Mercado Central, acho que será o primeiro lugar para onde irei comer!!

    Curtir

  2. Acho que essa é a pergunta que eu mais me faço quando vou viajar: “onde comer?”
    Adorei as dicas de locais para comer em Florença, já visitei a cidade 3x e nunca fui no mercado central, acredita?? Sinto que é imperdível, acho que vou precisar voltar para lá kkkkkk

    Curtir

  3. Adoro ler posts de gastronomia, e o seu, onde comer em Florença trouxe dicas preciosas e uma vontade imensa de conhecer esse lugar e provar todos esses sabores. Bom demais. Parabéns

    Curtir

  4. Que ótimas experiências em Florença, você aproveitaram bem os restaurantes da cidade. Também gostamos muito do mercado central, a variedade aliada a praticidade do local nos fizeram voltar várias vezes, provamos de tudo por lá, rs.

    Curtir

  5. Ah que saudades me deu de Florença agora, essa sua relação de de onde comer na cidade está top. Eu fui ao Mercato Centrale também mas não lembro onde comemos. kkkkkk

    Curtir

  6. Adorei saber onde comer em Florença. Eu nunca estive em Florença, está super na minha lista! Mas a culinária italiana é uma das minhas preferidas e é bom saber onde comer quando eu estiver lá! Obrigada pelo post! 🙂

    Curtir

  7. A gastronomia italiana me encanta! Amei a dica de onde comer em Florença, uma região que quero muito voltar. Os lugares parecem incríveis. Adorei o post!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s