Galleria degli Uffizi

Um dos pontos obrigatórios para quem visita Florença pela primeira vez, a Galleria degli Uffizi possui o principal acervo de pinturas renascentistas, tornando-a um dos museus mais famosos e importantes do mundo.

O encantamento por este museu começa logo na chegada com o seu edifício enorme que lembra um palácio e as 28 estátuas de diversas personalidades importantes na história da arte, entre eles Leonardo da Vinci, Maquiavel, Dante, Donatello, Giotto entre outros.

Galleria degli Uffizi 9
Estátuas em homenagem a grandes personalidades

Um pouco de história

O grande edifício que desperta a admiração logo de início foi construído em 1560 a pedido do duque Cosmo I de Médici com o objetivo de unificar o endereço dos escritórios administrativos de Florença, motivo que originou o seu nome, já que Uffizi significa ofícios. Facilitando assim o acesso pelo antigo contíguo Palazzo Vechio, que era a sede do governo na época.

A construção ficou sob responsabilidade do arquiteto Giorgio Vasari, que também incluiu um corredor ligando o edifício ao Palácio Pitti, residência da poderosa família Médici.

Galleria degli Uffizi 12
A sala mais antiga do Museu: Sala da Tribuna de Uffizi

Mas ela só foi completada em 1580, por Buontalenti. Um ano depois, Francesco I de Médici, filho de Cosimo I, transformou o terraço do local em sua galeria pessoal, onde colocou sua coleção de pinturas, estátuas, objetos de arte antigos e modernos, armaduras, miniaturas, medalhas, entre outros.

E isto deu início a evolução do local, com ampliações para novas salas e contribuições, resistindo até mesmo ao fim da dinastia da família Médici na cidade de Florença.

As Salas

Visitar a Galleria degli Uffizi é muito interessante, pois suas mais de 60 salas são organizadas cronologicamente e por artista, propiciando a sensação de estar acompanhando a história da arte. Ao percorrer o museu por completo, o visitante verá desde a arte bizantina até os quadros barrocos de Caravaggio.

Algumas de suas salas:
Sala da Tribuna de Uffizi: é a mais antiga, pois foi o início de tudo.

Salas da idade média: aqui encontramos obras sacras de autoria de artistas como Giotto e Gentile da Fabriano.

Galleria degli Uffizi 10
Os tetos merecem o seu olhar também

Salas Renascentistas: estão expostos os quadros de artistas como Masaccio, Paolo Uccello, Fra Angelico, Fillippo Lippi e Piero della Francesca.

Sala de Boticelli: o museu traz desde as suas primeiras obras até a sua maturidade, mostrando toda a evolução de Sandro Boticelli. Entre as obras dois quadros mundialmente famosos: A Primavera (Allegoria della Primavera) e O Nascimento de Vénus (La nascita di Venere).

Galleria degli Uffizi 3
O Nascimento de Vénus

Sala Leonardo da Vinci: naturalmente não poderia faltar uma sala dedicada a este ser genial, entre as obras estão Anunciação e Adoração dos Magos.

Salas azuis: com obras dos séculos XVI-XVIII de pintores espanhóis, holandeses, franceses e flamengos.

Salas Vermelhas: obras de Andrea del Sarto, Rosso Fiorentino, Raffaello entre outros.

Salas Maneira Moderna: aqui temos obras de Tiziano, Correggio entre outros.

Galleria degli Uffizi 8
Anunciação

Salas de Caravaggio: além das obras de Caravaggio estão as de pintores por ele influenciados.

Há também a sala dos mapas geográficos, das matemáticas, de miniaturas, de Michelangelo, dos Florentinos, e de diversas regiões da Itália.

Galleria degli Uffizi 6
Pode ocorrer de haver salas bloqueadas durante o passeio

Acredito que com esta breve descrição já deu para perceber que não é um lugar para ficar apenas meia hora.

Principais obras

Para quem gosta de maratonar vários lugares, ao fazer a sua parada na Galleria degli Uffizi, deve conhecer pelo menos as suas principais obras, aos quais listo aqui. Para isso não deixe de pegar o mapa do museu para encontra-las:

O Nascimento de Vênus – Sandro Botticelli (1485): considerada uma das obras renascentistas mais importantes do mundo, onde temos a deusa do amor e da beleza Vênus emergindo de uma concha.

A Primavera – Sandro Botticelli (1482): obra que representa a chegada da estação das flores com a presença de seres mitológicos.

Tondo Doni – Michelangelo (1504): pertencente à família Doni tem a curiosidade de ser redondo.

Galleria degli Uffizi 11
Diferentes obras contanto a história da arte

Adoração dos Magos – Leonardo da Vinci (1481): obra interrompida que retrata a Virgem Maria e o menino Jesus.

A Anunciação – Leonardo da Vinci (1472): como indica o nome, representação do anúncio da gravidez de Maria pelo anjo Gabriel.

Sala da Tribuna: é a sala mais antiga de todas, com as paredes em veludo vermelho e piso de mármore.

Galleria degli Uffizi 7
Judite degolando Holoferne

Vênus de Urbino – Tiziano (1538): a deusa do amor deitada em uma cama.

Medusa – Caravaggio (1597): obra para ser admirada com moderação, pois como diz a lenda, quem olha muito tempo para esta figura mística, corre o risco de virar pedra.

Madonna del Cardellino – Rafael Sanzio (1506): obra que tem a Virgem Maria com dois bebês: Cristo e João Batista.

Nossa Visita

Como a Galleria degli Uffizi é bastante procurada, compramos os nossos ingressos pela internet pelo site oficial cerca de um mês antes de viajar. E com isso já comecei a montar o nosso roteiro por Florença.

Optamos por ir à tarde, no horário das 16hs, como forma de encerrar o dia. Recebemos uma confirmação por e-mail e no dia levei a mesma para realizar a troca pelos ingressos.

A troca é realizada na Porta 3, sendo liberada somente 15 minutos antes do horário agendado. Mas vale a pena chegar um pouco antes para observar a área externa, que é bastante bonita.

Com o ingresso na mão fomos para a Porta 1, onde é realizado o acesso para quem tem hora marcada. As 16hs eles iniciaram a leitura dos bilhetes e iniciamos o nosso passeio neste lindo museu.

Galleria degli Uffizi 2
Os grandes corredores com portas para acessar várias salas

Ficamos pouco mais de duas horas no local. Foi relativamente tranquilo de percorrer seus corredores, as obras mais famosas costumam causar mais aglomeração, assim como os corredores principais. As vezes era só ter um pouco de calma e esperar o pessoal dispersar.

Além das obras de diferentes épocas, se faz necessário também observar o teto, que completam as salas e são lindíssimos.

Galleria degli Uffizi 5
Um bebê com cara de bebê

Nós adoramos diversas obras, mas curiosamente uma das que mais no chamou a atenção foi o retrato do Giovanni de’ Médici bebê. Explico o motivo. Observando as obras com bebês, no geral os artistas os pintam com cara de velhos, e este foi a criança mais genuína que encontramos.

Se bater a sede, há um restaurante no terraço, com mesas para os que desejam fazer uma pausa. Além disso, ele permite ver alguns pontos turísticos, como o Duomo de Florença.

Galleria degli Uffizi 4
Vista de uma das janelas do museu

Uma outra parada obrigatória dentro do museu são assuas janelas, como a que permite ver a Ponte Vecchio.

O Museu é incrível, e justifica toda a sua fama, então sim, concordamos que ir a Firenze e não conhecer a Galleria degli Uffizi pode ser considerado um pecado.

Maiores Informações

Endereço: Piazza degli Uffizi, 6.

Horário:
De terça a domingo: das 8:15 às 18:50 horas.
Fechado: segundas, 25 de dezembro e 1º de janeiro.

Valores:
De 1º de março a 31 de outubro
Adultos: €20 (.
Jovens entre 17 e 25 anos: €10

De 1º de novembro a 28 de fevereiro
Adultos: €12
Jovens entre 17 e 25 anos: €6

Entrada gratuita: primeiro domingo do mês e também para menores de 18 anos.

Pelo site oficial, além do valor do ingresso se paga uma taxa de 4 euros. Esta taxa é cobrada do ingresso gratuito também.
Sites: Venda oficial de Ingressos
          Galleria degli Uffizi

Como chegar:
Caminhando ou pelos ônibus: linhas 23 e C1.

Lugares próximos para encaixar na visita: Museo Galileo, Palazzo Vecchio, Piazza della Signoria, Ponte Vecchio e Museu Nacional de Bargello.

No nosso caso nós fizemos um roteiro de um dia com visita completa ao Duomo pela manhã, com uma pausa tranquila de almoço e depois a visita a Galleria degli Uffizi.

* Todas as despesas foram pagas por nós
* Viagem realizada em Setembro/2019
* Alice estava com 6 anos e 4 meses

Este post faz parte de uma blogagem coletiva onde outros viajantes também compartilham as suas dicas de museus, contribuindo para a #museumweek. Aproveite para conhecer vários museus pelo mundo clicando nos links abaixo:

Uma Viagem Diferente10 Museus em Buenos Aires para seu roteiro
Expedições em FamíliaMuseus em Belo Horizonte que você precisa conhecer 
Across The UniverseUma visita ao Museu Inhotim, em Brumadinho
Experiência BarbaraCultura Inca: dois museus com algo em comum
Let’s Fly AwayMuseu de Belas Artes RJ: grande acervo brasileiro [museum week] 
Viajante MóvelMuseus Online no Brasil 
6 ViajantesVisitando o Museu Imperial em Petrópolis no Rio de Janeiro 
Além da CurvaConheça o Museu Memorial do Cerrado, em Goiânia
Chicas Lokas Na EstradaConheça o Museu Casa Guimarães Rosa 
Me Leva Viajar10 Museus russos para visitar on line durante a Quarentena
Pelo Mundo com ManuMuseus Brasileiros para conhecer de Casa
Dani TurismoMuseu Marítimo e Presídio de Ushuaia
Destinos por onde andei…Metropolitan Museum of Art, o imperdível de Nova York 
Entre Mochilas e Malinhas3 Museus para entender a História da Argentina
Mapeando MundoCinco museus para visitar sem sair de casa 

Planeje sua viagem em parceria com o blog clicando nos links em azul, você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a melhorá-lo cada vez mais:

  • Reserve seu hotel através da Booking.com, são milhares de opções no mundo todo com garantia dos melhores preços. Cancelamento gratuito, pagamento antecipado e confiança de uma empresa com mais de 20 anos atuando com reservas de hotéis.
  • Seguro Viagem com a Seguros Promo. As melhores empresas do mercado, cobertura em todos os continentes, para todas as idades e com os melhores preços. Digite o cupom 3GERACOESE1MALA5 ao realizar sua compra através dos links aqui do blog e ganhe 5% de desconto.
  • Alugue o seu carro com a Rentcars e parcele em reais sem pagar IOF.
  • Problemas com o seu voo ou bagagens? Entre em contato com o pessoal da Resolvvi e veja se pode ser indenizado.
  • Não quer ficar desconectado? Conheça o chip da Viaje Conectado e já inicie o seu roteiro com ele.

24 comentários em “Galleria degli Uffizi

  1. Adorei ler sobre a Galleria Degli Uffizi em Florença. Sem dúvidas um dos programas imperdíveis na cidade. Como você disse, só o prédio é um encantamento, com o seu jeito de palácio. A sua seleção de obras principais está perfeita. A Vênus é uma das figuras mais lindas do museu.

    Curtir

  2. A Galleria degli ufifizi é um daqueles museus que me prendem ainda mais pela organização. Você não fica perdido lá dentro no meio das obras. É amplo, arejado… e as vistas que se tem de algumas janelas são realmente encantadoras.

    Curtir

  3. Amei conhecer um pouco da a Galleria degli Uffizia através de seu texto! Estou ansiosa por poder conhecer presencialmente esse rico acervo de pinturas renascentistas.

    Curtir

  4. A Galleria degli Uffizi deve ser um sonho realizado! Tantas obras tão famosas reunidas num único lugar… tenho muita vontade de conhecer Florença só para poder ir lá.

    Curtir

  5. Realmente um passeio imperdível nessa cidade que encanta. Que acervo impressionante. Já fiquei com vontade de visitar. Amei conhecer o museu através do seu post!

    Curtir

  6. A Galeria Uffizi é espetacular! Não é a toa que ela se destaca como o principal lugar que abriga a arte sacra no mundo, Quando eu fui, passei quase o dia inteiro em seus corredores .. kkkk… uma curiosidade em sua última foto, é a passagem que interliga o prédio a ponte: uma passagem frequentada pelos nobres para não andar junto com o povo local.

    Curtir

  7. Comprar os ingressos com antecedência é uma ótima dica, principalmente para lugares muito procurados com é o caso do Galleria degli Uffizi. Percorrer esses corredores e ver todas essas maravilhas com certeza vale muito a pena.

    Curtir

  8. Já visitei Firenze em duas oportunidades, mas não cheguei a incluir a Galleria degli Uffizi em nenhuma delas, infelizmente.
    Se tiver oportunidade de ir novamente, com certeza farei esta visita, que pelo visto vale muito a pena.
    Deu saudades dessa cidade aqui, amo a Itália.

    Curtir

  9. Confesso que não gosto muito de pinturas e nã me ligo muito em arte, mas adoro visitar estes museus pelos edificios (que não deixam de ser arte)! Sempre lindos! Este museu é fantástico! Sem duvida um passeio incrível!

    Curtir

Deixe uma resposta para Itamar Tlo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s