Madrid – Dia 8

Caminhar sem roteiro, apenas seguindo pela curiosidade. Atravessamos a Gran Via e entramos em outras ruas, onde passamos pela Câmara dos Deputados. Ainda pela manhã chegamos a Plaza de Santa Ana com seus bares e restaurantes, pena termos errado no time, já que ela é indicada como um ótimo lugar para comer.

Entre os prédios, encontramos uma loja muito legal de roupas infantil chamada MaxModas, conjuntos muito bonitinhos por um valor médio de 17 euros.

Você sabia que este post faz parte de um roteiro completo? Acompanhe a nossa trip completa por Madrid com os lugares visitados dia-a-dia.

dia-8-1

Mercado de San Anton
Entre subidas e descidas acabamos retornando a Gran Via, e após tentamos encontrar o mercado de San Anton. Não curtimos o bairro que abriga o local, havia um cheiro de xixi pelas ruas, no local em si, próximo ao elevador de acesso um pedinte. Na parte de alimentação achei os valores mais altos, não encontrei nada para a Alice e acabamos optando em sair.

O curioso deste lugar é que no século 19 ele era um mercado de gavetas de madeira. No início do século 21 houve a resolução de renova-lo, o que gerou a sua demolição e reconstrução em 2007, onde passou a oferecer restaurantes, bares e produtos para degustação.

Maiores Informações:
Endereço: Calle de Augusto Figueroa, 24
Horário: Segunda a domingo de 10 a 24 horas.
Site: San Anton

Almoço
Aliás, esta foi a manhã das indiadas que terminou com o nosso pior almoço no restaurante Armenia. Pedimos o menu diário (10,90 euros por pessoa) e com exceção do sorvete, não curtimos os dois primeiros pratos. Não eram saboroso, o salmão era estranho, parecia ser outro tipo de peixe.

Um rápido descanso no hotel e pegamos a Gran Via novamente, passando pela Fonte de Netuno seguindo até a Praça Cibeles, onde deixamos a Alice brincar no parquinho. Existem muitas pracinhas em Madrid, com brinquedos legais que os pequenos adoram. Entre uma atração e outra é possível agradá-los e dar um equilíbrio nos passeios, para que não fique muito adulto.

dia-8-2
O Museu Thyssen-Bornemisza possui obras de todas as épocas

Museu Thyssen-Bornemisza
Após fomos conhecer o Museu Thyssen-Bornemisza que se tornou o meu favorito de Madrid. Um museu organizado e belo, das pinturas sacras ao modernismo, passando por retratos e paisagens, é possível viajar em cada pincelada.

Fique atento a cada quadro, pois ironias e opiniões escondem-se nos detalhes, como o Moisés com cabelo em forma de guampa e o vidro quebrado que ainda reflete a paisagem.

O museu fica no Palácio de Villahermosa, uma construção do século XIX em estilo neoclássico. Entre os seus andares estão as mais importantes coleções particulares que foram adquiridas pelo governo espanhol em 1993.

Assinam as obras nomes como Durero, Rafael, Tiziano, Rubens, Rembrandt, Caravaggio, Manet, Renoir, Cézanne, Van Gogh, Gauguin, Kandinsky, Picasso, Hopper, Rothk.

Então a minha dica aqui é: estando em Madrid vá ao Museu Thyssen-Bornemisza. Não é uma visita demorada e as obras são incríveis, vale muito a pena.

Maiores Informações:
Endereço: Paseo del Prado, 8
Horário:
Segunda: de 12:00 a 16:00
Terça a domingo: de 10:00 a 19:00
Valores:
Geral: 13 euros
Reduzida: 9 euros
Para menores de 18 anos entrada gratuita
Site: Museo Thyssen

Finalizamos o dia com mais um erro na alimentação (definitivamente, este não era o dia de fazer a barriga feliz), fomos no Doña Joana, próximo ao hotel, e comemos o sanduíche mais caro e duro de novas vidas. Pelo menos o prato de queijo (caríssimo também) era uma delícia.

* Viagem realizada nos meses de junho/julho de 2016
* Patrocinada por nós
* Alice estava com 3 anos e 1 mês

Planeje sua viagem em parceria com o blog clicando nos links em azul, você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a melhorá-lo cada vez mais:

  • Reserve seu hotel através da Booking.com, são milhares de opções no mundo todo com garantia dos melhores preços. Cancelamento gratuito, pagamento antecipado e confiança de uma empresa com mais de 20 anos atuando com reservas de hotéis.
  • Seguro Viagem com a Seguros Promo. As melhores empresas do mercado, cobertura em todos os continentes, para todas as idades e com os melhores preços. Digite o cupom 3GERACOESE1MALA5 ao realizar sua compra através dos links aqui do blog e ganhe 5% de desconto.
  • Alugue o seu carro com a Rentcars e parcele em reais sem pagar IOF.
  • Problemas com o seu voo ou bagagens? Entre em contato com o pessoal da Resolvvi e veja se pode ser indenizado.
  • Não quer ficar desconectado? Conheça o chip da Viaje Conectado e já inicie o seu roteiro com ele.

20 comentários em “Madrid – Dia 8

  1. Nem sempre a gente acerta na comida quando viaja não? Aqui também já aconteceu… mas pelo jeito o dia valeu só pelo Museu Thyssen! Adoro museus desse tipo.

    Curtir

  2. Acredito que uma boa viagem é acompanhada de uma boa alimentação degustando a gastronomia do lugar que estamos conhecendo, porém quando não acertamos não podemos deixar a viagem ser estragada por esse detalhe, mas que é importante também. O jeito que você conta as viagens, parece que estamos viajando juntos. Beijos

    Curtir

  3. Nossa que legal esse seu dia em Madri. Eu não conhecia esses locais que você foi. Passei um mês morando em Madri mas há muitos anos. Fiquei com vontade de conhecer o Museu Thyssen-Bornemisza agora!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s